A importância dos primeiros socorros caninos

 

BPF_BLOG

 

 

Você já se deparou com alguma situação de emergência com seu pet por causa de um acidente? Esses episódios podem ser mais comuns do que se imagina e, por isso, é necessário um conhecimento sobre como realizar os primeiros socorros, a fim de evitar o agravamento da situação e até mesmo a morte do cãozinho. Para orientar melhor os tutores, separamos alguns eventos e o que fazer em cada um.

 

Quais são os acidentes mais frequentes?

São inúmeros os acidentes que envolvem cães, como atropelamentos, intoxicações e traumas diversos. Para evitar qualquer uma dessas situações, é preciso tomar alguns cuidados, como: passear sempre com o bichinho preso à coleira, estar atento ao seu percurso e às coisas que ele ingere.

 

Em caso de atropelamento, o que devo fazer?

As consequências podem variar de acordo com o tipo de atropelamento, em alguns casos é possível que haja múltiplas fraturas em diversos locais, atingir órgãos e por isso é extremamente necessário levá-lo ao veterinário. Se houver algum corte ou lesão, cubra com um pano limpo e procure imobilizar até que um especialista possa ver. Nos casos de deslocamento do osso, é muito importante não tentar colocá-lo de volta, isso pode ser bastante prejudicial.

 

Como devo levá-lo à clínica veterinária?

Evite movimentos bruscos e procure acomodá-lo em alguma espécie de colchão ou local mais confortável e tente contatar a clínica antes de chegar, os segundos são imprescindíveis para que a situação não piore.

 

E nos casos de queimaduras, como devo proceder?

Nesses casos, lave a queimadura com água corrente e limpa. Não aplique em nenhum momento sabão ou gelo. Depois cubra a queimadura com um pano limpo e leve ao veterinário.

 

Como proceder nos casos de envenenamento e picadas de animais peçonhentos?

Se for presenciada a ingestão de produtos tóxicos, leve imediatamente o cãozinho ao veterinário para ser examinado e leve também a embalagem do produto consumido para que o veterinário saiba exatamente como lidar. Quando o contato for apenas nos olhos ou na pele, lave com água limpa corrente e em caso de ingestão, recomenda-se induzir o vômito. Em alguns casos o pet pode convulsionar, se isso ocorrer, proteja-o com um edredom, para evitar que se machuque. Com relação a picadas de bichos peçonhentos, leve o cão à clínica e procure descrever o animal para o veterinário, ele saberá o que fazer.

 

Essas são algumas das principais dúvidas sobre como socorrer pets, mas em todas elas, a principal ação é levá-los diretamente para a clínica veterinária. O atendimento das urgências e emergências tem melhor resultado quando realizado de maneira apropriada e, para isso, é muito importante que os tutores não percam tempo tentando tratar em casa. Assim como nos humanos, primeiros socorros e um atendimento rápido podem salvar a vida do seu cãozinho.